capa uc new jul 2019 min

Boletim UC 27/11 – As principais notícias do dia

O CriptoFácil destaca que a Justiça do Paraná aceitou pedido de Recuperação Judicial das empresas do Grupo Bitcoin Banco. Com isso, ficam paralisados todos os pedidos de penhora nos processos judiciais contra a empresa, bem como, o pagamento das dívidas ficará condicionada ao recuperação que deverá ser apresentado pelo administrador judicial.

O Criptofácil também repercute promoções de exchanges brasileiras que aproveitam a data da já tradicional Black Friday. Isenção no pagamento das taxas de negociação estão sendo oferecidas em várias plataformas de criptomoedas. Pagcripto, Foxbit, BitBlue, NovaDax, Coinext, braziliex e Mercado Bitcoin são listadas como oferecendo vantagens especiais na data.

O Livecoins informa que ações contra suposta pirâmide financeira GenBit ultrapassam R$ 3 milhões. A Gensa Serviços Digitais, grupo que controla a Genbit responde a quase 50 processos na Justiça de São Paulo. O grupo, que oferecia rendimentos mensais de 5% a 15% em bitcoins, é investigado pela CVM por prática irregular e foi apontado pela Justiça de Jundiaí como uma possível pirâmide financeira.

O Portal do Bitcoin repercute história de um brasileiro fugitivo da Justiça que está morando em Dubai conhecido como Danilo Dubaiano, chefe do suposto esquema de pirâmide financeira, a D9. Em julho do ano passado, a Justiça da Bahia ordenou a prisão de sócios da D9 Clube de Empreendedores por operarem um esquema fraudulento com bitcoin em vários estados do país.

O Criptofácil também reporta decisão do governo de uma das províncias argentinas em adotar Bitcoin em conexão com o sistema da loteria. A Loteria do Rio Negro será a primeira da América do Sul a implementar a tecnologia blockchain em seus processos. A iniciativa é uma parceria com uma empresa local de tecnologia.

Segundo o Livecoins, o servidor de carreira da Receita Federal, Ronald Cesar Thompson, foi o vencedor de prêmio da Receita Federal. O “Projeto b-CPF e b-CNPJ – Blockchain das bases cadastrais da RFB“ propõe duas alternativas: “ou você mantém a base centralizada ou fornece a base“. Ronald disse que seu projeto era uma terceira alternativa aos problemas encontrados pela Receita. Com isso, a tecnologia blockchain poderia ser a solução para a Receita Federal do Brasil integrar as bases do CPF e CNPJ do país.

O Cointelegraph publica relatório indicando que em 2019 mais de US$ 4 bilhões em criptomoedas foram envolvidos em fraudes e roubos no mercado de moedas digitais. A empresa CipherTrace ofereceu relatório sobre lavagem de dinheiro com criptomoedas e investigou 120 exchanges, dentre as mais populares com os requisitos Know Your Customer (KYC) e contra lavagem de dinheiro (AML) e analisou padrões de crimes relacionados a criptomoedas.

O Portal do Bitcoin publica que a exchange Upbit perdeu R$ 200 milhões em criptomoedas de seus clientes. De acordo com o Coindesk, mais de 100 milhões foram transferidos entre carteiras frias e quentes. As transações envolveram diversas criptos, entre elas TRX, BTT, OMGM, EOS, XML e TRX, que foram observadas pelo Whale Alert devido ao alto volume das transações.

Mercado Cripto Agora

Dados fornecidos por valorbitcoin.net

Índice de Medo e Ganância

Latest Crypto Fear & Greed Index

Dados fornecidos por Crypto Fear & Greed Index

Entenda mais sobre este índice aqui.

Deixe uma resposta