bitcoin mexico

México ganhará 8 exchanges físicas de criptomoedas

A empresa Amero-Isatek anunciou que abrirá sua primeira estação de exchange de criptomoedas física em Nuevo León, Monterrey, em 21 de junho. Ela também se expandirá em outras sete localidades no México.

A Amero-Isatek estima que servirá a mais de 800.000 usuários de criptomoeda no México Central. Os usuários do mercado comercializarão o criptoato do Amero, o Amero-Isatek. O ativo é lançado no dia da inauguração do Nuevo León.

A empresa já foi manchete no início deste ano por participar do que chamou de a maior exchange imobiliária de criptomoedas do mundo. Nesta bolsa, a empresa adquiriu 1.400 hectares no sul da Califórnia por US $ 2,8 milhões pagos no Amero.

De acordo com Alfonso Jiménez, CEO da Amero-Isatek, já existe um intercâmbio em Monterrey, chamado GTM, mas não se qualifica como um serviço de criptomoedas.

“Hoje não há exchanges físicas no México e vamos abri-las”, disse ele.

Além de Monterrey, o Amero oferecerá serviços em sete outros estados mexicanos: Queretáro, Sinaloa, Quintana Roo, Jalisco, sul da Califórnia e Yucatán.

Aposta Legal

O lançamento de exchanges físicas circunavega as nascentes leis fintech do México no país. Os regulamentos dizem que os novos estabelecimentos podem operar em locais físicos sob um esquema regulatório de “sandbox” para novos negócios.

Jimenez disse em uma entrevista que a empresa espera poder cumprir o Regulamento do Banco do México (Banxico) e internacional. A empresa também adquirirá duas bolsas de criptomoedas estonianas licenciadas, a Invest Global e a Global XVC, para realizar operações financeiras.

“O que quer que aconteça com a Lei de Fintech no México, sob as disposições do Banxico, poderemos operar legalmente em todo o mundo com uma base financeira da Estônia”, disse Jiménez.

Enquanto a empresa se descreve como uma empresa de tecnologia financeira com uma tendência ecológica, de acordo com seu CEO, essa definição irá evoluir dependendo das leis mexicanas.

“Se a lei das fintechs se mostrarem amigáveis também no México, estaremos registrados como uma fintech com operações financeiras”, disse ele.

As leis da Fintech no México tiveram um passado tumultuado em relação às criptomoedas. No entanto, a tecnologia blockchain está abrindo caminho para novas tecnologias financeiras no país e o governo mexicano – e empresas como a Amero-Isatek – estão definitivamente atentos.


O Bitcoin vai subir ou vai cair? Qual é a melhor altcoin para comprar agora? Receba vários sinais da Binance e análises todos os dias, por apenas R$ 49,90 mensais!: Conheça e assine

Novidade! Receba notícias fresquinhas diretamente no Telegram: https://t.me/universocriptoblog

Participe do nosso grupo gratuito no Telegram e tire todas as suas dúvidas sobre Criptomoedas: https://t.me/universocripto

Cadastre-se em nossa Newsletter

Receba, diariamente, nosso resumo de notícias

Procurando diversificar os investimentos? Acesse agora o Guia do Investidor e aprenda a investir em ações e muito mais.