dinheiro global

“Criptomoedas irão tomar 25% do dinheiro fiduciário até 2030”, segundo futurista

O futurista Thomas Frey tem uma visão de um futuro descentralizado. Frey, cujos títulos de acordo com seu perfil do Twitter incluem arquiteto do futuro, autor e futurista seniores no Instituto DaVinci, fez uma previsão arrojada sobre o futuro das criptomoedas, o que envolve a superação de dinheiro fiduciário em apenas mais de uma década. Ele disse ao Time’s Money,

“As criptomoedas vieram para ficar de vez e vão tomar cerca de 25% das moedas nacionais até 2030. Eles são muito mais eficientes, da maneira que correm”.

Ele não disse quais, no entanto. O Bitcoin é considerado uma moeda digital e uma loja de valor e, embora tenha feito avanços como método de pagamento, ainda não é uma opção na maioria dos negócios de comércio eletrônico dos EUA e do Reino Unido ou locais de varejo. Isso torna a previsão de Frey muito mais impressionante.

Legítima classe de ativos

Frey não era o único futurista que pesava sobre o futuro das criptomoeda e seu papel no sistema financeiro. James Canton do Institute for Global Futures observou o que muitos outros tentaram dizer – “a legitimação de uma nova classe de ativos emergindo ao lado da economia global tradicional”.

A Canton compara esta nova classe de ativos como a de ações e títulos, dizendo que o Bitcoin é similarmente um mercado cíclico, que resultará em declínios e “possivelmente … grandes riquezas”. Apesar da volatilidade, ele recomenda que “é uma área digna para as pessoas experimente com suas carteiras de investimento com muito cuidado.

Investir em Bitcoin, Comprar Bitcoin

A Escola do Bitcoin possui um método inovador no ensino de trading de criptomoedas, sendo o único curso AO VIVO do Brasil e com suporte extensivo por 30 dias, mesmo após a conclusão do curso! Escolha a sua turma e se inscreva agora: http://escoladobitcoin.com

[jetpack_subscription_form title=”Quero ganhar Bitcoin” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]
alta bitcoin

Mercado de criptomoedas estabiliza em US$ 500 bilhões, Bitcoin sobe 5% em menos de 24 horas

Depois de cair para US$ 10.350 em 18 de fevereiro, o preço do bitcoin aumentou para US$ 11.050, registrando um ganho diário de 5%, afetando positivamente todo o mercado com seu impulso.

Bitcoin pronto para uma alta

O volume diário de negociação do bitcoin e do mercado global de criptomoedas tem sido relativamente forte nas últimas 24 horas, já que cerca de US$ 20 bilhões foram negociados desde o dia 18 de fevereiro. O volume de negociação diária de bitcoin em todas as principais exchanges de criptomoedas, incluindo a Binance, UpBit, Bithumb e a Bitfinex permanece forte, demonstrando sinais iniciais de mais uma manifestação em direção a US$ 15.000, como o trader profissional Rafael Motta, instrutor da Escola do Bitcoin, observou em um post.

Na Coreia do Sul, o volume de negociação diária do bitcoin atingiu uma alta mensal, já que mais de 80 mil bitcoins foram negociados nas últimas 24 horas. A HanKyoReh, um dos maiores veículos de mídia da Coréia do Sul, informou que a demanda por Bitcoin e criptomoedas está aumentando, pela primeira vez desde meados de janeiro.

Muitos investidores provavelmente começaram a investir no mercado de bitcoin da FOMO, ou ao medo de perder, uma vez que sustentou seu impulso ascendente ao longo dos últimos dias. Mercados como a Coreia do Sul e o Japão tendem a se mover de boca em boca e, como tal, a FOMO desencadeia volumes mais fortes na maioria dos mercados asiáticos.

“O Bitcoin continua resistente e forte permanece acima de US$ 10.000, mesmo através de problemas negativos, críticas e grandes correções. A criptomoeda está crescendo de novo, à medida que a demanda sobe”, disse Chosun.

Atualmente, o mercado está vendo níveis e preços similares em dezembro de 2017, apenas dois meses atrás, antes da corrida de touro maciça de bitcoin que permitiu que a criptomoeda estabelecesse seu máximo de todos os tempos em US$ 19.000.

Como ganhar dinheiro com Bitcoin

A Escola do Bitcoin possui o melhor curso de Bitcoin e criptomoedas do Brasil! Com resultados práticos, é o único curso do Brasil a oferecer aulas 100% AO VIVO, ou seja, não é video-aula, e você vai poder tirar suas dúvidas em tempo real. Além do suporte intensivo de 30 dias em grupo fechado após o curso. Não perca tempo! Matricule-se agora e comece a operar Bitcoin e criptomoedas diariamente: http://escoladobitcoin.com

[jetpack_subscription_form title=”Quero ganhar Bitcoin” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]
investir bitcoin

Você está preparado para investir em Criptomoedas? O que você precisa para ganhar dinheiro com Bitcoin?

Estima-se que mais de 1 milhão de brasileiros negociem criptomoedas. Mas será que a população realmente está preparada?

Recentemente, as notícias sobre as criptomoedas chamaram a atenção não apenas do mercado financeiro, mas também de pessoas interessadas em investir nelas. O Bitcoin chegou a se valorizar 1.500% somente no ano de 2017, muito acima do que qualquer outro investimento, conforme pode-se ver no gráfico a seguir, disponibilizado na Infomoney:

Número de investidores em criptomoedas ultrapassou o da Bolsa de Valores

Isso fez com que muitas pessoas no Brasil passassem a investir em Bitcoin e Criptomoedas, algo que antes nunca tinham ouvido falar. Para se ter uma ideia, em outubro de 2017, 610.364 investidores pessoas físicas investiam nelas na Bolsa de Valores de São Paulo (B3). Porém, se estima que mais de 1 milhão de brasileiros as tenham negociado.

Entretanto, apesar da alta valorização, uma das criptomoedas mais conhecidas, o Bitcoin, já teve queda após um recorde de alta. Isso fez com que erroneamente alguns “especialistas” dissessem que essa é uma bolha e que muita gente pode perder dinheiro, o que não é verdade.

O que é Bitcoin e criptomoedas? 

As criptomoedas são moedas virtuais. Isso quer dizer que não existem de forma física como o real, dólar ou outra moeda emitida por qualquer outro país.

Na verdade, ela não é vinculada a nenhum país e, por isso, por se tratar de uma tecnologia e um mercado totalmente novo, suas regulamentações ainda estão sendo discutidas e desenvolvidas por diversos países.

Existem centenas de criptomoedas em circulação, como o Bitcoin, Ethereum, Litecoin, Waves e outras. A mais conhecida é a primeira, que ocupa cerca de 55% desse mercado.

Quais as vantagens das criptomoedas?

A grande vantagem dessas criptomoedas é que podem ser transferidas imediatamente de uma conta para outra e não possuem altas taxas de negociação.

Outro ponto é que não é preciso se identificar para negociar essas moedas, o que pode preservar as identidades, mas também permitir negociações em que os envolvidos estejam praticando atos ilícitos e desejam se manter no anonimato.

A forma de adquirir essas criptomoedas seria comprando de outras pessoas ou minerando-as. Porém, hoje os computadores comuns já não conseguem minerar, uma vez que existem grandes centros de informática fazendo isso e tornando essa ação inviável.

O que dizem os especialistas sobre as criptomoedas?

As opiniões ao redor do mundo se dividem. Enquanto alguns apostam que esse é um bom investimento e que pode gerar grandes lucros, outros os veem com desconfiança e como uma febre passageira.

Para o banco central da Dinamarca, essa seria uma “aposta mortal”. No Reino Unido, um dos chefes financeiros alertou as pessoas para que estejam preparadas caso invistam em criptomoedas, como o Bitcoins.

O chefe da Financial Conduct Authority alerta que essas não são moedas seguras, já que não há governos e nem bancos centrais atrás da moeda.

Para Carlos André Montenegro, dono da exchange BitcoinTrade, a visão é bem diferente. Ele não as enxerga como uma bolha, pois elas servem como reserva de valor e possuem um valor volátil.

Porém, ele reforça que o mercado brasileiro ainda não está pronto para as criptomoedas, pois muitas corretoras não estão preparadas para atender as grandes demandas.

A projeção das criptomoedas para 2018

Após a valorização do Bitcoin, nesse ano de 2018 devem surgir novas criptomoedas bastante valorizadas no mercado, uma vez que o tema ganhou grande abrangência.

Entre as possíveis que se valorizarão está: Ethereum, Litecoin, Monero, Waves e Verge.

Além disso, a aceitação de pagamento com as criptomoedas deve fazer com que suas transações aumentem. Existem rumores de que a Amazon aceitará o pagamento com elas, sem falar de outros estabelecimentos que já as aceitam. 

Outra questão é que o acesso às criptomoedas deve ser facilitado e as corretoras devem criar alternativas para quem ainda não realiza transações com elas.

O economista Fernando Ulrich diz que o custo de criar uma criptomoeda é baixo, mas que somente algumas das mais de 1.300 que estão no mercado devem sobreviver.

Os brasileiros estão preparados para esse novo mercado?

O brasileiro, muitas vezes, acaba investindo por um impulso em algo novo, sem avaliar os riscos. Por isso, antes de tudo é preciso buscar conhecer o que o mercado das criptomoedas oferece e quais os seus riscos.

Essa pode ser uma nova opção de investimento, mas, como qualquer outro, deve ser feito com cautela.

Para Rafael Motta, trader profissional e instrutor da Escola do Bitcoin, essa é uma ótima oportunidade de se fazer dinheiro e que não deve faltar no portfólio dos investidores brasileiros.

Por isso, os brasileiros precisam entender que esse é um investimento como qualquer outro e, apesar das criptomoedas serem vistas como o dinheiro do futuro, é preciso não aplicar todo o dinheiro em um investimento considerado de risco.

Onde posso aprender Trading de criptomoedas e começar a ganhar dinheiro com isso?

A Escola do Bitcoin possui o melhor curso de Bitcoin e criptomoedas do Brasil! Com resultados práticos, é o único curso do Brasil a oferecer aulas 100% AO VIVO, ou seja, não é video-aula, e você vai poder tirar suas dúvidas em tempo real. Além do suporte intensivo de 30 dias após o curso e contato direto com o tutor. Não perca tempo! Matricule-se agora e comece a ganhar dinheiro: http://escoladobitcoin.com

bitcoin criptomoeda

Preço do Bitcoin encontra suporte em $8.000

O preço do Bitcoin parece ter encontrado um suporte em US$ 8.000, uma vez que procura recuperar a alta de meados de dezembro.

Na semana passada, o preço do Bitcoin caiu forte na correção de mercado mais precipitada que a maioria dos investidores em criptomoedas já experimentara. No final do dia, a Bitcoin caiu abaixo de US$ 6.000 pela primeira vez desde novembro, deixando os ursos pregando o pânico generalizado e a morte do Bitcoin.

Isso, claramente não aconteceu, e o preço do Bitcoin logo inverteu a trajetória e começou a montar uma recuperação. Até 7 de fevereiro de 2018, O Bitcoin mais uma vez subiu a marca de US$ 8.000 na exchange Bitfinex, e – apesar de alguns recuos rápidos voltados para o sub-US $ 8.000 – manteve acima dessa marca desde então.

Conseqüentemente, parece que US$ 8.000 se tornaram uma base para o Bitcoin, talvez indicando que o mercado abalou uma grande porcentagem dos “mãos de alface”, assim conhecidos de forma humorada os que vendem as moedas em desespero, contribuindo para o declínio recente.

No entanto, o Bitcoin até agora não conseguiu quebrar a resistência em US$ 9.000, embora por um breve período em 10 de fevereiro. No momento da escrita, o Bitcoin estava sendo negociado a US$ 8.835 na Bitfinex, o que estava em linha com a média global da moeda.


Quer aprender a lucrar com Bitcoin nesse mercado? Faça o nosso curso de trading de criptomoedas, o único 100% AO VIVO e ONLINE do mercado.

e coin

Conheça a E-Coin, a criptomoeda que surgiu “do nada” em meio a queda nos preços do mercado

 

Sem dúvida, estes dias foram bastante sombrios para as criptomoedas, já que devido a uma série de eventos, a maioria das criptomoedas registrou queda no preço que gerou muita incerteza e medo entre os investidores, especialmente aqueles que durante o mês de dezembro viram nelas uma oportunidade de multiplicar seu capital rapidamente.

Embora a grande maioria do valor das criptomoedas estejam desvalorizando a muitos dias, uma criptomoeda atraiu a atenção, apesar de não ser reconhecida, conseguiu superar com sucesso todo esse cenário tempestuoso que sacudiu o mercado, aumentando seu preço em mais de 500% em apenas um dia.

Alguns fatos sobre E-Coin

E-Coin (ENC) é uma moeda digital que fez sua entrada no mercado de criptomoeda durante o mês de abril do ano passado. De acordo com as informações publicadas nas redes sociais geridas por sua equipe de desenvolvimento, foi criada por programadores australianos e suas operações visam os setores do comércio eletrônico e o pagamento de serviços prestados.

Entre as especificações técnicas, temos que a moeda digital opera sob um protocolo “Proof of Stake”, o que a torna muito mais ecológica, minimizando o consumo de energia em seu processamento. É minerável e tem um máximo programado de 213,270,119 unidades, das quais atualmente estão envolvidas 4,981,227 ENC. Possui a sua própria Blockchain desenvolvida com tecnologia open source, garantindo total transparência nas transações realizadas e oferecendo o maior anonimato possível na transferência de ativos.

Os interessados em negociação com esta criptomoeda pode fazê-la principalmente através de três plataformas, CoinExchange / YoBit / C-CEX , onde as transações comerciais podem ser realizadas usando outras criptomoedas principalmente Bitcoin, litecoin e dogecoin.

No momento em que a E-Coin começou a operar nos principais mercados, seu valor era de US $ 1,43 por unidade, registrando um volume bastante pequeno de operações ao contrário de outras propostas que surgiram durante esses meses.

Apesar de o preço desta moeda digital estar localizado acima de USD $ 3 dias depois, permaneceu oscilando por 8 meses. Em 4 de dezembro do ano passado, a E-Coin registrou um aumento significativo em seu valor atingindo US $ 14,69, caindo algumas horas depois para os níveis mencionados anteriormente.

No entanto, o mês de dezembro foi muito mais promissor para a moeda digital, pois seu nível de operações aumentou significativamente e registrou picos no preço em mais de 4 ocasiões, atingindo um máximo de US $ 23,12 por unidade. Posteriormente, o preço flutuou irregularmente.

O fato é que o aumento mais importante até agora foi registrado apenas hoje, já que passou da negociação em US $ 6 (devido a desvalorização que impactou os diferentes mercados) para US $ 63,21.

Embora o volume de operações observado hoje não exceda US $ 20.000, o fato de ter sido praticamente a única moeda digital que se beneficiou muito nos últimos dias, é impressionante.

____________________________________________________________________________________________________

Quer aprender mais sobre como ganhar dinheiro com Bitcoin e Altcoins? Faça o nosso curso, o único AO VIVO e com suporte pós-curso gratuito de 30 dias.

fibonacci

O que é a retração de Fibonacci e como utilizá-la no trading de criptomoedas?

A retração de Fibonacci é uma ferramenta muito popular entre traders e baseia-se nos números-chave identificados pelo matemático Leonardo Fibonacci no século XIII. No entanto, a sequência de números de Fibonacci não é tão importante quanto as relações matemáticas, expressas como razões, entre os números da série.

Na análise técnica, o retracement de Fibonacci é criado tomando dois pontos extremos (geralmente um grande pico e calha) em um gráfico de ações e dividindo a distância vertical pelos principais índices Fibonacci de 23,6%, 38,2%, 50%, 61,8% e 100%. Uma vez identificados estes níveis, linhas horizontais são desenhadas e usadas para identificar possíveis níveis de suporte e resistência. Antes de entendermos por que essas proporções foram escolhidas, precisamos ter uma melhor compreensão da série de números Fibonacci.

Fibonacci é poderoso: aprenda a utilizá-lo com outros indicadores com a Escola do Bitcoin

A retração de Fibonacci é um indicador técnico popular que pode se tornar ainda mais poderoso quando usado em conjunto com outros indicadores. Se você quiser saber mais sobre isso, bem como como transformar padrões em planos comerciais negociáveis, o curso da Escola do Bitcoin é um excelente começo.

A sequência Fibonacci de números é a seguinte: 0, 1, 1, 2, 3, 5, 8, 13, 21, 34, 55, 89, 144, etc. Cada termo nesta sequência é simplesmente a soma dos dois precedentes. Os termos e a sequência continuam infinitamente. Uma das características notáveis ​​desta sequência numérica é que cada número é aproximadamente 1,618 vezes maior do que o número anterior. Esta relação comum entre cada número da série é o alicerce das razões comuns usadas nos estudos de retraçao.

A relação Fibonacci chave de 61,8% – também referida como “a razão dourada” ou “a média dourada” – é encontrada dividindo um número na série pelo número que a segue. Por exemplo: 8/13 = 0,6153 e 55/89 = 0,6179.

A proporção de 38,2% é encontrada dividindo um número na série pelo número que é encontrado dois lugares à direita. Por exemplo: 55/144 = 0,3819.

A relação de 23,6% é encontrada dividindo um número na série pelo número que é três lugares à direita. Por exemplo: 8/34 = 0.2352.

Por razões que não são claras, esses índices parecem desempenhar um papel importante no mercado de criptomoedas, assim como fazem na natureza, e podem ser usados ​​para determinar pontos críticos que causam a reversão do preço de um ativo. A direção da tendência anterior provavelmente continuará uma vez que o preço do recurso tenha retornado para um dos índices listados acima. O quadro a seguir ilustra como o retracement de Fibonacci pode ser usado.

Além dos índices descritos acima, muitos traders também gostam de usar os níveis de 50% e 78,6%. O nível de retração de 50% não é realmente uma relação de Fibonacci, mas é usado por causa da tendência esmagadora de um ativo continuar em uma determinada direção, uma vez que conclua uma retração de 50%.

Onde posso estudar mais?

Mais informações podem ser encontradas na apostila do curso da Escola do Bitcoin, que pode ser pago em até 12x em todos os cartões.

[jetpack_subscription_form title=”Dicas sobre Bitcoin e Criptomoedas” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]

No final de tudo irão dizer: “O Bitcoin não é uma bolha”

Tem sido umas semanas difíceis para o Bitcoin. O cobiçado ativo digital caiu quase 50% nas últimas 5 semanas, perdendo cerca de US$ bilhões em seu valor de mercado nesse processo. Muitas pessoas podem considerar essas perdas surpreendentes e achar que é o começo do fim para o Bitcoin, “a bolha estorou”. No entanto, a verdade é que provavelmente ainda estamos muito longe da real bolha Bitcoin e o que estamos testemunhando agora é um processo de correção saudável que está prestes a apresentar aos traders uma tremenda oportunidade de compra.

A Berkshire Hathaway tem sido muitas vezes vista como uma das empresas mais bem-sucedidas da história corporativa americana. Na verdade, se levarmos o preço estimado da “IPO” em 1964 de cerca de US $ 19, podemos ver que o preço da ação da Berkshire cresceu 1,705,000% a um preço atual de cerca de US $ 324,000. Se compararmos isso com o preço da IPO ajustado por divisão da Microsoft ( MSFT ) de aproximadamente US $ 0,09 em 1986, o ativo valorizou cerca de 102.000%, já que suas ações subiram para US $ 92 ao longo dos anos.

Impressionantemente, se você tivesse investido US $ 1.000 na Microsoft em 1986, você teria mais de um milhão de dólares hoje. Ainda mais impressionante, se você tivesse investido US $ 1.000 em Berkshire em 1964, teria um enorme $ 17 milhões hoje. No entanto, se você tivesse entrado em Bitcoin quando Laszlo Hanyecz fez sua compra de pizza agora famosa com 10.000 BTC, seu investimento de US $ 1000 teria disparado em 500.000.000% e valeria impressionantes US $ 5 bilhões hoje. Para ser justo, o Bitcoin não foi negociada oficialmente, mas mesmo se você tivesse investido US $ 1.000 em Bitcoin quando começou oficialmente a operar em 2010 por US $ 0,06, seu investimento valeria somente uns $ 200 milhões hoje.

A razão pela qual eu mostrei isso é para revelar que o Bitcoin é um bem incomum. Nós nunca vimos uma ação, ou qualquer outro instrumento de negociação apreciar em 500 milhões porcento, ou mesmo em 20 milhões porcento, em menos de apenas 10 anos. Mas o Bitcoin, portanto, é diferente, assim podemos esperar que ele se comporte de forma diferente, e isso não significa necessariamente que seja uma bolha.

Bitcoin: um fenômeno sem precedentes

O Bitcoin é muitas vezes comparado às empresas. Muita gente tem dito que “hoje, o valor do Bitcoin ultrapassou o limite de mercado da Boing, ou o limite de mercado da Disney, ou o limite de mercado de seja lá o que”. No entanto, o Bitcoin não é uma empresa, é um sistema de pagamento e armazenamento de valores global em desenvolvimento. O Bitcoin é um produto e um serviço e tem potencial para se tornar uma parte notável do sistema financeiro mundial no futuro. O potencial de funcionalidade do Bitcoin oferece oportunidades enormes e grande potencial de crescimento para o futuro. Fonte: CryptoCurrencyTimes.com

Então, quanto vale o Bitcoin e o potencial da funcionalidade do serviço, vale tanto quanto a Boeing e a Disney juntadas? E se nós adicionarmos a Apple? Não tenho certeza de quanto o Bitcoin valerá no final de tudo, mas eu sei que a alternativa funcional que ele oferece ao sistema monetário atual e a enorme participação de mercado em que pode competir é muito, talvez trilhões, não bilhões.

Bitcoin já tem uma vantagem, a ele é creditado a fama de ser uma grande reserva de valor. No entanto, o Bitcoin também tem potencial para se tornar a moeda global da reserva global. Além disso, o Bitcoin já é o mundo da reserva digital de valor, ou criador de valor, mas tem o potencial de se tornar algo muito mais proeminente nesse mercado. O Bitcoin poderia efetivamente competir com o ouro e as principais moedas fiduciárias por uma parcela significativa da reserva global de US $ 40 trilhões de valor e no mercado mundial de câmbio.

Por que o Bitcoin é melhor

O Bitcoin é único, é o primeiro fenômeno monetário verdadeiramente global e descentralizado. Portanto, não pode ser super-imprimido, inflado, duplicado, manipulado ou falsificado. Todas as moedas tradicionais que controlam o mercado financeiro global de negociações e de reserva de valor podem.

Em tempos de crise, as moedas fiduciárias podem, e muitas se dissolveram perto de zero devido a hiperinflação, outros governos e catástrofes induzidas pelo banco central. O Bitcoin é descentralizado e não é controlado por um sistema centralizado, portanto, é principalmente imune ao governo e ao banco central.

Dólar o rei do Crash

O dólar está essencialmente rolando escada a baixo. O Índice de Dólar dos EUA caiu muito mais de 10% no último ano, enquanto o Bitcoin cresceu cerca de 1.000%. Além disso, o dólar percorreu o principal suporte e parece mais fraco. O declínio acentuado do dólar em conjunto com o recente “selloff” em títulos é bastante preocupante e poderia sinalizar o início de algo pior para vir em frente. Mais uma vez, isso é um subproduto da intervenção do governo, sobreimpressão, excesso de gastos, excesso de inflação e manipulação. Se os títulos e o dólar continuarem a perder a confiança, o “crash” pode ser inevitável, o que deve levar mais pessoas para o Bitcoin.

Em última análise, o Bitcoin vai ser muito mais rápido para negociar, e será muito mais barato de usar do que utilizar o sistema bancário atual. Não é necessário pagar taxas de câmbio caras ao enviar bitcoin para qualquer parte do mundo, você pode facilmente realizar uma transação multimilionária usando Bitcoin. Com o sistema bancário tradicional, pode também, mas é melhor não. A maioria das pessoas tem que pagar uma boa quantidade de dinheiro para fazer uma transação de um valor considerável usando um banco convencional.

Se você os trata direito, ninguém pode tomar seus Bitcoins

Bitcoin não pode ser confiscado. Seus Bitcoins estão seguros se você não entregar sua chave privada e manter suas moedas em uma carteira de hardware. Já o papel impresso pelo FED chamam dinheiro real um papel que pode ser facilmente confiscado ou bloqueado em sua conta bancária por qualquer motivo. Além disso, houve casos ao longo da história quando o ouro também foi confiscado, principalmente pelo governo dos EUA na década de 1930.

Bitcoin tem muitas vantagens e não pode ser confiscado ou nacionalizado pelo governo devido à sua natureza descentralizada. Portanto, dadas as suas capacidades funcionais, o Bitcoin deve se tornar o meio de troca global e uma reserva mundial de valor, no futuro.

Mas por que Bitcoin e não Altcoins?

O Bitcoin é o padrão-ouro dos ativos digitais, e tem a vantagem crucial de ser o primeiro. O Bitcoin também possui a infra-estrutura mais significativa e multimilionária, capaz de suportar o teste do tempo. Além disso, a maioria das moedas são criadas para complementar o Bitcoin, não competem diretamente com ele, especialmente não como reserva de valor. Além disso, essas moedas que são criadas para fins transacionais não são tão conhecidas como Bitcoin. O BTC é o símbolo do comércio global digital e, com a introdução da Lightning Network, deve continuar sendo a escolha preferida tanto para comerciantes como para consumidores.

Mas como Bitcoin pode ter sucesso como meio de troca, não é lento e caro?

O bloco de bits do Bitcoin atualmente pode processar cerca de 10 transações por segundo, o que é lento no esquema global das coisas. Os custos de transação também dispararam recentemente devido ao aumento do preço do BTC e custos elevados para a mineração. No entanto, a introdução da Lightning Network promete resolver tudo isso.

Lightning Network é um protocolo que cria um sistema fora da rede, formando uma rede de canais de pagamento que podem ser acessados ​​por partes envolvidas independentemente da rede principal. Este é essencialmente um complemento para o bloco de bits do Bitcoin, que resolve a escalabilidade e os problemas de custo ao tirar as transações da rede principal e em uma rede mais privada entre os usuários do canal de pagamento.

____________________________________________________________________________________________________

Quer aprender mais sobre como ganhar dinheiro com Bitcoin? Faça o nosso curso, o único AO VIVO e com suporte pessoal com o aluno.

lisk lsk

Preço da Lisk dispara 65% com entrada na exchange Bitflyer

O preço da Lisk subiu mais de 65% na sequência da sua inclusão na BitFlyer, uma das maiores exchanges de criptomoedas do Japão.

Dia de cão: queda do Bitcoin, alta de 65% da Lisk

Quarta-feira foi brutal para os mercados de criptomoedas. O preço do Bitcoin caiu abaixo da barreira de US$ 10.000, enquanto o limite do mercado de criptomoedas atingiu o sub – US$ 500 milhões de território pela primeira vez desde o dia 17 de janeiro.

Um token, no entanto, abalou essa tendência e registrou um forte avanço em relação ao dólar. Lisk, uma plataforma de Blockchain que armazena aplicações descentralizadas em “sidechains” (em oposição à cadeia principal de Blocos, como faz a Ethereum), viu seu preço subir durante a negociação intradiária.

O preço da Lisk abriu o dia sendo negociado por volta dos US$ 21,50 na Bittrex. Neste ponto, experimentou um pico quase repentino, e no prazo de 25 minutos, o preço da Lisk disparou para US$ 36,27, o que representou um aumento de mais de 65%. Contudo, tão rapidamente, o preço da Lisk caiu abaixo de US$ 30, mas continua a negociar bem acima do nível anterior. Atualmente, a Lisk é avaliada em US$ 26,56 na Bittrex, o que representa um aumento de aproximadamente 24% em um dia e se traduz em um limite de mercado de US$ 3,1 bilhões.

A Binance é responsável por uma pluralidade de negociações de LSK, onde a paridade do token com o Bitcoin, enquanto o mercado LSK/KRW da Upbit, com sede na Coreia do Sul, oferece à Lisk seu maior par de negociação fiat. A maioria do volume restante da LSK está concentrada nos pares comerciais BTC e ETH.

[DICA] Quer aprender a negociar Lisk e conseguir lucrar em oportunidades como essa? Faça o nosso curso. Turmas abertas todas as semanas!

[jetpack_subscription_form title=”Dicas sobre Bitcoin e Criptomoedas” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]

Fonte/Mais informações: CCN.com

criptocoins

Como elaborar um portfólio diversificado de criptomoedas

 

Hoje, existem quase 1.500 criptomoedas diferentes para escolher ao elaborar um portfólio de investimentos. Você tem a escolha entre as criptomoedas antigas, como bitcoin (BTC) e litecoin (LTC ), criptomoedas que são usadas em plataformas de contratos inteligentes, como Ethereum (ETH) e Neo ( NEO), tokens como Storj (STORJ) e Siacoin (SIA), bem como títulos tokenizados, como o tZero da Overstock.

Essa grande variedade de opções pode tornar difícil para os investidores, especialmente os novatos, saber qual mix de ativos escolher para sua carteira de investimentos.

Neste guia, você aprenderá a construir um portfólio de criptomoedas bem equilibrado que se adapte às suas necessidades de investimento e preferências de risco como investidor.

Ações do núcleo: Bitcoin e éter (50% a 60%)

As maiores porcentagens em sua carteira de ativos digitais devem ser as duas principais criptomoedas bitcoin (BTC) e ether (ETH). Que devem compor 50% a 60% do seu total dependendo da sua preferência de risco.

Bitcoin e éter são as duas maiores criptomoedas por capitalização de mercado e estabeleceram-se como as duas mais valiosas do mercado. É também por isso que essas duas criptomoedas estão recebendo a maior parte dos novos fluxos de dinheiro dos investidores. Essa é uma tendência que provavelmente continuará em 2018. Além disso, em comparação com altcoins com capitalizações de mercado mais baixas, essas duas moedas também têm uma menor volatilidade, ou seja, são percebidas como sendo menos arriscadas.

Enquanto muitos novatos estão interessados ​​em encontrar o “próximo bitcoin” entre as muitas altcoins no mercado, a realidade é que o bitcoin teve uma excelente performance nos últimos doze meses e a previsão é que continue assim nos próximos meses e anos.

O mesmo vale para a Ethereum. A plataforma tem recebido muita atenção do setor público e privado e esta é uma tendência de alta, juntamente com o bitcoin, o éter deve integrar todo portfólio de criptomoedas.

Top 25 Altcoins (30% a 40%)

Em seguida, você precisa comprar as altcoins mais promissoras, escolha as 25 principais criptomoedas por participação de mercado. Estas incluem ripple (XRP), litecoin (LTC), Dash (DASH), NEM (XEM), IOTA (MIOTA), etc. Cerca de 30 a 40% do seu portfólio deve ser dedicado a estas altcoins. Elas conseguiram estabelecer-se no mercado como criptomoedas com grandes chances de crescimento no futuro, mas elas possuem mais volatilidade do que o bitcoin e o éter.

Além disso, estas são as criptomoedas que provavelmente receberão investimentos de hedge funds que estão entrando no mercado de criptomoedas, pois elas tem grandes possibilidades de obterem um ROI maior do que o bitcoin, por serem novas, ainda não atingiram seu potencial.

Tokens de ICO e Altcoins “Small Cap” (10%)

Finalmente, você pode dedicar uma pequena porcentagem do seu portfólio cerca de 10%, aos tokens de ICO recentemente emitidos e altcoins de “small cap” que você acredita ter potencial de crescimento. Essas criptomoedas são altamente voláteis e muito arriscadas. No entanto, elas também têm o potencial de aumentar de valor em “muitos %”  em apenas alguns meses. Exemplos de tais criptomoedas são TaaS (TAAS), Iconomi (ICN), TenX (PAY), Gnosis (GNO), entre outras.

Um estudo da Deloitte revelou que apenas 8% dos projetos blockcahin lançados no GitHub ainda estão funcionando hoje. Esse estudo indica claramente o risco de comprar os tokens digitais de projetos recentemente lançados. Portanto, o investimento nesses tipos de criptomoedas devem ser limitados a 10% do seu portfólio geral.

Outras alternativas Portfolios

As sugestões de portfólio acima mencionadas são excelentes opções de nível de entrada para aqueles que querem ampla exposição ao mercado e assim se beneficiar do aumento do valor das criptomoedas em geral. No entanto, também há diferentes abordagens de elaboração de portfólio que você pode seguir.

Por exemplo, você pode elaborar um portfólio aplicando uma abordagem de rastreamento de índice onde você compra as top 10 ou até top 20 criptomoedas em relação à capitalização de mercado de acordo com CoinMarketCap ou CoinGecko.

Alternativamente, você pode elaborar um portfólio de criptomoedas que se concentre em um tema específico, como privacidade ou exchanges descentralizadas.

Para um portfólio de criptomoedas focadas em privacidade, você compraria os altcoins anônimos e mais aceitas, mais confiáveis, como Zcash (ZEC), Monero (XMR), PIVX (PIVX), Verge (VXG), etc. em relação a suas capitalizações de mercado .

Se você quiser investir no crescimento das exchanges descentralizadas, você pode comprar tokens digitais de projetos de blocos em bloco nesse espaço, como 0x (ZRX), BridgeCoin (BCO), Blocknet (BLOCK), Waves (WAVES), etc. e comprá-los em em relação à sua capitalização de mercado.

Seja qual for a abordagem de investimento que você opte ao elaborar seu portfólio de criptomoedas, talvez o aspecto mais crítico seja o armazenamento seguro de seus ativos. Portanto, é importante armazenar todas as criptomoedas, especialmente se sua intenção for guardar por um prazo longo em armazenamento frio em uma carteira de hardware ou uma carteira de papel para garantir que seus futuros “milhões” estejam seguros.

____________________________________________________________________________________________________

Quer aprender mais sobre como ganhar dinheiro com Bitcoin? Faça o nosso curso, o único AO VIVO e com suporte pessoal com o aluno.

criptos

O Futuro das Criptos: Byteball e IOTA vs Bitcoin e Ethereum

As criptomoedas surgiram das sombras. É difícil explicar o futuro das criptomoedas após o aumento de preços sem precedentes do bitcoin e a adoção da Ethereum por diversas indústrias. Ainda há um longo caminho até que as criptomoedas sejam populares e estejam ao alcance de todos.

Com o tipo de atenção que o Bitcoin e Ethereum já alcançou, certos problemas apareceram. Alguns dos problemas mais claros são os custos de energia quase insustentáveis ​​para continuar a fazer transações, a preocupação do ataque de 51% na rede se alguém mal-intencionado acumular poder de computação suficientes e, claro, a questão das velocidades de transação em declínio e os custos que aumentam à medida que mais usuários participam da rede.

As soluções podem exigir um hardfork, que pode dividir a comunidade e, potencialmente, ser desastroso. Esta foi a preocupação com o Segwit2x em novembro e a implantação do proof of stake no ethereum.

Essas forks podem, temporariamente corrigir a rede, mas os problemas ainda permanecem. A solução, então, pelo menos para alguns, é encontrar uma nova tecnologia que não tenha esses problemas. IOTA e Byteball estão trabalhando exatamente nesta solução.

Ambos IOTA e Byteball operam no Diagrama Acíclico Direto (DAG). Este sistema toma o lugar da blockchain e remove a necessidade de mineradores. O DAG usa cada transação em sua “cadeia” para resolver as anteriores, à medida que mais transações acontecem, mais rápido a solução é encontrada. Além disso, esse processo pode ser feito sem a necessidade de taxas de transação. Isso contrasta muito com a blockchain que está sendo atolada por muitas transações e mineradores que não querem mexer com blocos com taxa baixa.

Byteball e IOTA compartilham o DAG devido ao seu design eficiente, mas após uma inspeção mais aprofundada, esses dois sistemas começam a diferenciar um pouco e atender diferentes públicos.

Byteball distribuiu seus “Bytes” iniciais em 2016 através de parcerias com comerciantes e distribuindo determinados valores dependentes do valor da BTC em uma conta.

Além disso, Byteball está oferecendo contratos inteligentes semelhantes ao que Ethereum oferece. Eles ainda expandiram ainda mais as capacidades desses contratos para serem usados ​​nas apostas de eventos esportivos ou eleições políticas também.

A IOTA concentrou seus esforços na Internet das Coisas (IOT) e nas grandes empresas que trabalham nesse mercado. Eles também são baseados no DAG, embora eles tenham um modelo diferente chamado “tangle”.

Com este modelo, todas as transações validam pelo menos duas transações anteriores e, para isso, é necessário resolver um problema como o encontrado nos protocolos padrão de Proof of work.

A principal diferença que a IOTA está oferecendo é a completa isenção de taxas de transação com sistemas instalados para combater ataques de spam.

O IoT é uma rede que liga certos eletrodomésticos, carros e outros produtos de consumo uns com os outros. O objetivo da IOTA é criar uma eficiente rede de troca de dados entre esses produtos. Ao oferecer esse tipo de serviço, a IOTA adquiriu grandes contratos com grandes empresas em vez das técnicas de distribuição de massa que Byteball passou.

No que diz respeito ao futuro das criptos, seria bastante surpreendente se essas novas tecnologias DAG não começassem a marcar mais presença. Com esses problemas resolvidos e novos recursos adicionados através da nova tecnologia, as criptos estão um passo adiante de uma mercadoria e um passo mais perto de uma moeda.

____________________________________________________________________________________________________

Quer aprender mais sobre como ganhar dinheiro com Bitcoin? Faça o nosso curso, o único AO VIVO e com suporte pessoal com o aluno.