capa uc new jul 2019 min

Boletim UC 11/11 – As principais notícias do dia

O Cointelegraph destaca o que parece ser o golpe de misericórdia da CVM na Atlas Quantum. A autarquia entende que não somente o oferecimento público dos investimentos na Atlas é irregular, mas o próprio modelo de operação da empresa.

O Livecoins publica que Receita Federal americana está desenvolvendo, junto de outros países como Reino Unido, Austrália, Canadá e Holanda, novas formas de rastrear criptomoedas para mitigar a evasão fiscal, os crimes cibernéticos e a lavagem de dinheiro. A ideia é ter o máximo controle possível sobre quem está enviando a recebendo dinheiro pelas moedas digitais.

Segundo o Criptofácil, a Argentina está batendo recordes de transações com Bitcoin. O curioso é que isso aconteceu após o governo atual anunciar a proibição da compra de Bitcoin por cartão de crédito, bem como, após a limitação de compra de dólares a USD $ 200 por mês – o limite anterior era de USD $ 10.000.

O Portal do Bitcoin destaca o relato de uma pessoa que perdeu todo seu dinheiro na “arbitragem infinita” promovida pelo Grupo Bitcoin Banco. Como a perspectiva de lucro alto com juros composto virou um pesadelo aos saques serem indisponibilizados na plataforma.

O BeInCrypto publica que Unick Forex e uma antiga pirâmide financeira, Phoner, figuram no mesmo processo judicial sobre golpes com criptomoedas. Cliente lesado pede cerca de R$ 26.000 supostamente vinculados às duas empresas.

O portal Criptofácil noticia a quebra de recordes de contratos futuros de Bitcoin na Bakkt – em termos de negociação diária. 1.741 contratos novos teriam sido negociados na última sexta feira (08/11). Recorde coincidiu com a baixa nos preços da última sexta feira quando o Bitcoin recuou ao patamar dos USD $ 9.000.

Segundo o Livecoins, um homem pode pegar até 20 anos de prisão nos Estados Unidos após aplicar golpes financeiros envolvendo criptomoedas. O Golpista usava até o nome da ONU, as nações unidas, na tentativa de convencer suas vítimas e ainda prometia retorno garantido.

Conforme publicado pelo Cointelegraph, empresa lança cartão que usa bandeira visa que pode ser com Bitcoin. Por enquanto o uso do cartão estará limitado à região da Ásia-pacífico. O cartão funcionará segundo modelo já presente no Brasil, onde um cartão é pré-pago com criptomoeda. Nenhum Bitcoin será negociado pela Visa diretamente.

O Portal BeInCrypto destaca opinião de Max Keiser, apresentador de TV e libertário, que afirma ser o dólar uma “arma” e o Bitcoin uma “defesa”. O Bitcoin, na visão do apresentador, luta para se tornar uma alternativa global de liquidação, tomando o lugar da moeda mais forte do mundo.

O Portal do Bitcoin traz matéria sobre as atualizações da CointradeCX, uma plataforma uruguaia que atende o mercado da América Latina com destaque para a falta de exigência para KYC. As pessoas podem transacionar criptomoedas sem passarem pelas etapas de reconhecimento de sua identidade na exchange.

Mercado Cripto Agora

Dados fornecidos por valorbitcoin.net

Índice de Medo e Ganância

Latest Crypto Fear & Greed Index

Dados fornecidos por Crypto Fear & Greed Index

Entenda mais sobre este índice aqui.

Deixe uma resposta